Balneário Camboriú no Sistema Nacional de Cultura

O presidente da Fundação Cultural de Balneário Camboriú (FCBC), Anderson Beluzzo, voltou de Brasília nesta quinta-feira, 20, com boas notícias para a cultura de Balneário Camboriú. A melhor delas é a adesão/habilitação de Balneário Camboriú no Sistema Nacional de Cultura. A oficialização desta condição imprescindível para o desenvolvimento da política cultural que se quer para a cidade será durante a abertura da 2ª Conferência Municipal de Cultura, em 12 de julho, quando o secretário de Relações Institucionais do Ministério da Cultura (MinC), Marcelo Pedroso, virá assinar o documento. “Na mesma oportunidade o prefeito Edson Piriquito vai assinar o primeiro edital da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Um momento importante para os artistas locais e para a cultura”, destaca Beluzzo.
O encontro com Pedroso e com Tânia Rodrigues, chefe de Gabinete da ministra da Cultura, Marta Suplicy, foi bastante pertinente ao momento que vive a cultura de Balneário Camboriú, de mobilização e organização setorial para a elaboração do Plano Municipal de Cultura. O secretário do MinC e também gestor do Sistema Nacional de Cultura, fará uma conversa específica, durante a Conferência, sobre a importância de os conselheiros e gestores estarem atentos aos editais que ainda em 2013 serão publicados para investimentos por meio de recursos do Fundo Nacional de Cultura. “Por isso nos comprometemos em articular a participação dos municípios da nossa região metropolitana em nossa Conferência, para que possam dialogar com Marcelo Pedroso e obter mais informações para aplicação no desenvolvimento cultural de suas cidades”, acrescenta.

Emendas parlamentares

Em Brasília, Beluzzo esteve também com Maurício Weidgenant, gerente regional para Santa Catarina da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República. O presidente da FCBC arguiu Weidgenant acerca das emendas parlamentares ao Orçamento Geral da União. “Ele nos alertou sobre a importância de a FCBC encaminhar as propostas de acordo com a programação de investimentos a ser seguida pelo Fundo Nacional de Cultura, a partir do que acaba de ser aprovado pelo Conselho Nacional de Cultura”, explica. “E mais, Weidgenant se comprometeu em acompanhar, em monitorar o trâmite das nossas propostas em Brasília”, comemora.
Com o deputado Décio Lima, presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal, Beluzzo conversou sobre projetos culturais em Santa Catarina, em especial sobre emenda parlamentar que poderá beneficiar os projetos do Mercado Público da Barra e do Centro de Artes e Artesanato de Balneário Camboriú. “O deputado indicou a importância de a FCBC contratar os projetos arquitetônicos dessas obras e alinhar os orçamentos com o Município, haja vista a necessidade de se garantir a contrapartida de Balneário Camboriú no caso da aprovação da emenda pleiteada”, destaca Beluzzo.
O presidente da FCBC esteve ainda com Dora Lúcia de Lima Bertúlio, procuradora Federal da Fundação Cultural Palmares. Na reunião, Beluzzo apresentou a documentação necessária à formalização de Termo de Cooperação Técnica para atender a Comunidade Quilombola Morro do Boi e outras comunidades da região metropolitana da Foz do Rio Itajaí.
“Em síntese, foi uma viagem que nos surpreendeu tanto pelos resultados práticos, quanto pela solicitude dos agentes públicos com as questões que envolvem a cultura de Balneário Camboriú. O MinC tem sete secretarias e sete entidades vinculadas para buscarmos parcerias, firmar convênios e obter recursos. Estamos no caminho e as nossas câmaras setoriais devem se apropriar dessas 14 vias da política nacional de cultura para que possamos crescer no setor, atendendo às mais diferentes manifestações artístico-culturais que emanam da sociedade local”, completa Anderson Beluzzo.

Matérias similares

No related posts found.