Asfixia

Foto: João Pedro Dalcegio Varela

Exibição do curta-metragem ASFIXIA

“Asfixia” conta a história de Gervásio, interpretado por Jackson Antunes, um pescador que passa por um momento de conflito com sua filha, Rebeca. A história quer levantar uma discussão muito atual, sobre pessoas que enrijecem suas convicções e perdem a capacidade de dialogar até mesmo com quem mais amam. No curta-metragem, a ausência de comunicação se reflete diretamente na tosse persistente do personagem. É um sintoma que progride ao longo do tempo, enquanto Gervásio continua se recusando a flexibilizar seu diálogo com Rebeca.

Projeto proposto por Edson de Souza Köche Junior – o filme foi idealizado pelos diretores Lay Venancio e Rafael Sylos, com Dagma Castro na produção executiva, produzido pela KocheFilmes e conta com a Co-Produção da Núcleo Filmes. Traz em sua trilha sonora “É doce morrer no mar” de Dorival Caymmi e Jorge Amado, na voz de Luiz Vincentini e Jairo Adriano no violão, produzida pela MD estúdio. Durante as gravações, o curta mobilizou uma equipe de 30 profissionais e teve como pano de fundo importantes cenários da cultura pesqueira local.

Asfixia é protagonizado pelo ator Jackson Antunes.

 

Direção: Lay Venancio
Roteiro: Rafael Sylos
Fotografia: Jaques Rangel
Produção executiva: Dagma Castro.
Ingressos: Entrada gratuita
Classificação: Livre

Projeto patrocinado pela Lei Municipal de Incentivo e Fomento à Cultura (LIC).

Matérias similares

No related posts found.