Eventos

Clique aqui para acessar o calendário de eventos da Secretaria de Turismo

Confira abaixo o calendário de eventos culturais de Balneário Camboriú

jun
30
sex
2017
Déte Pexera em “Curticera”
jun 30@20:00

Com uma comedia leve para todas as idades, o espetáculo “Déte Pexera em Curticera” propõe o resgato linguístico cultural do povo do litoral catarinense e conta um pouco mais da trajetória da peixeira mais querida de Santa Catarina.

Depois do absoluto sucesso de bilheteria dos espetáculos Nem te Conto que viajou a região sul, seguido do espetáculo Natal da Déte: Te Mete, Déte Pexera emenda sua nova turnê. Neste novo e igualmente hilariante show, Déte vai dividir os dramas da mulher contemporânea, como ginecologista, depilação e criação dos filhos. Déte ganhou o público pela enorme identificação que proporciona. Com narrativas que vão muito além do riso, pois não são nada rasas, a catarinense mais famosa da internet promete levar o público às gargalhadas mais uma vez, terminando com uma deliciosa viagem de volta no tempo.

Ingressos: R$ 40,00 inteira ou R$ 20,00 meia + 1 produto de limpeza que será doado a uma instituição de caridade da região.
Local: Bilheteria do teatro
Classificação: Livre
Gênero: Comédia
Duração: 1h15min
Contato: Luís Henrique Vieira Dalcastagnê (Luke) – (47) 9635-5050

Déte Pexera em ”Curticera” / SESSÃO EXTRA
jun 30@21:30

Com uma comedia leve para todas as idades, o espetáculo “Déte Pexera em Curticera” propõe o resgato linguístico cultural do povo do litoral catarinense e conta um pouco mais da trajetória da peixeira mais querida de Santa Catarina.

Depois do absoluto sucesso de bilheteria dos espetáculos Nem te Conto que viajou a região sul, seguido do espetáculo Natal da Déte: Te Mete, Déte Pexera emenda sua nova turnê. Neste novo e igualmente hilariante show, Déte vai dividir os dramas da mulher contemporânea, como ginecologista, depilação e criação dos filhos. Déte ganhou o público pela enorme identificação que proporciona. Com narrativas que vão muito além do riso, pois não são nada rasas, a catarinense mais famosa da internet promete levar o público às gargalhadas mais uma vez, terminando com uma deliciosa viagem de volta no tempo.

Ingressos: R$ 40,00 inteira ou R$ 20,00 meia + 1 produto de limpeza que será doado a uma instituição de caridade da região.
Local: Bilheteria do teatro
Classificação: Livre
Gênero: Comédia
Duração: 1h15min
Contato: Luís Henrique Vieira Dalcastagnê (Luke) – (47) 9635-5050

jul
2
dom
2017
Viagem ao Faz de Conta
jul 2@18:00

Juca um menino comum, entre brincadeiras em seu quintal e livros que sempre o acompanha, se cansa das brigas constantes de seus amigos, pois a sua volta se encontram amigos que dividem opiniões levando sempre pelo lado da briga. Assim Juca busca um jeito para acabar com os conflitos e as brigas e voltar a ter paz. Ele Descobre em seu livro uma solução para resolver a situação: O “Pomo da Concórdia”. Ele pede ajuda para todos para encontrar o “Pomo da Concórdia” e partem então para uma grande aventura rumo a um mundo do faz de conta. Viajam pelo Universo a procura do pomo conciliador. Na fantástica viagem encontram amigos, Dr. Folhisberto Sabitudo e a Princesinha do Reino das Bexigas dispostos a ajudá-los. Só não contavam com as dificuldades diante do malvado Chico Alfinete. Que pode atrapalhar esta busca. Assim Juca e seus amigos vivem uma grande aventura!

A montagem é encenada pela Cia Tablado das Artes e visa dar uma oportunidade aos alunos-atores mirins da sua Escola de Teatro. E para tal partimos da vivência com a equipe, ou seja, o espetáculo traz um pouco dos conflitos que são característicos das respectivas idades dos alunos, ou melhor, de todas as crianças, pois cada qual quer chamar a atenção para si e aí começam as disputas gerando vários sentimentos e sensações. O foco do texto de Walter Quaglia é sugerir uma alternativa para que encontremos ou reencontremos a paz entre os seres humanos independente da idade.

_

CLASSIFICAÇÃO LIVRE

ELENCO:

Amanda Barbieri
Ana Santana
Duda Colli
Emanuela Balzer
Enzo Rech
José Jesus
Luciane Hofstetter
Ketelin Tavares
Maria Feler
Milena Pereira
Rafel Ghidalevich
Raoni Garcia

Texto: Walter Quaglia
Produção:Cia Tablado das Artes
Participação:Núcleo Atores Mirins de Balneário
Adaptação e direção:João Mendes
Assistente de Produção: Day Willain e Deivet Martendal

INGRESSOS: 20,00 inteira e R$ 10,00 meia-entrada

Um Grito Parado no Ar
jul 2@20:00

A montagem é encenada pela Cia Tablado das Artes que dá um mergulho na trajetória do Teatro Brasileiro e opta por montar neste momento o texto “Um Grito Parado no Ar” de Gianfrancesco Guarnieri, um dos mais importantes dramaturgos do teatro brasileiro e que contribuiu para a formação do Teatro de Arena que se tornou referência obrigatória para todos aqueles que realmente estudam e pesquisam o teatro na sua essência. Nossa adaptação visa mostrar as dificuldades de uma Cia de Teatro para montar um espetáculo e dentro deste panorama trazemos depoimentos e informações sobre o ofício do ator e da arte de representar.

O texto foi escrito em 1973, pelo consagrado ator e escritor Gianfrancesco Guarnieri e reflete o difícil momento no qual a dramaturgia atravessava e Guarnieri, para evitar a censura, então, decide trabalhar pela primeira vez com as entrelinhas , comparando os problemas enfrentados no teatro com conflitos do dia-a-dia de qualquer cidadão.

Nossa montagem visa um exercício cênico para os alunos atores da Escola de Teatro da Cia Tablado das Artes e nos permite retratar um grupo de atores e sua resistência em prol do teatro. Os conflitos entre amigos e amores, as dificuldades da montagem de um espetáculo e o desejo da liberdade de expressão provoca uma movimentação neste Grito Parado no Ar, explorando o humor e a emoção. O autor mescla o indivíduo e o social de forma humana com espaço para o humor, o drama e o romance. E um grito que ecoa no ar para expressar a paixão pela arte e pela vida.

CLASSIFICAÇÃO LIVRE

ELENCO:

Camila Silva
Day Willain
Deivet Martendal
Fernanda Kloppel
Lucas Bacca
Macsiele Bonissoni
Maria Tamires
Nicole Rocinski
Silvana Rosa


Texto de
Gianfrancesco Guarnieri
Produção: Cia Tablado das Artes
Núcleo Turma Adulto Balneário Camboriú
Adaptação e direção: João Mendes

INGRESSOS> R$ 20,00 inteira e 10,00 meia-entrada

jul
8
sáb
2017
Hoje tem Circo? Tem sim sinhô!
jul 8@18:30

Hoje tem circo? Tem sim sinhô! É um espetáculo sensivelmente poético, que une várias linguagens artísticas. Uma produção circense mas também é um musical, é teatro mas também é contação de histórias.

A história se passa no sertão nordestino, e conta a história de Mariana, uma menina pobre que queria ser artista de circo…  Entre os malabarismos da vida Mariana cresceu. Equilibrando na moringa muito mais do que água! Com um toque circense e música da melhor qualidade Mariana é levada a descobrir os encantos e desencantos da vida. Uma história apaixonante e envolvente, porque “Hoje tem Circo, tem sim sinhô! ”

ENTRADA GRATUITA. RETIRADA DE INGRESSOS 1 HORA ANTES NO TEATRO.

Ficha técnica
Local: praça do Teatro Municipal Bruno Nitz
Texto / Produção/ Direção: Tânia Marques
Produção circense: Kelli Batista
Elenco: Carolina Marques, Cistiane Pinheiro, Felipe R. Santos, Kelli Batista, Tânia
Marques
Músicos: Ivan Pacheco, Nícolas Santos, Eduardo Bogo
Indicação: Livre
Tempo de Duração: 45 minutos

Projeto promovido pela LIC, Lei de Incentivo à Cultura de Balneário Camboriú

set
22
sex
2017
REC ‘n’ Play Festival
set 22@20:00

Em dois dias de evento, REC ‘n’ Play Festival traz para a cidade de Balneário Camboriú uma atmosfera criativa e solidária guiada pelas canções autorais de artistas catarinenses. Com o objetivo de simplificar o projeto e tornar acessível ao público o material de músicos autorais de qualidade. No dia 22 contamos com a presença da banda The Headcutters de Itajaí – SC, considerada uma das mais renomadas bandas da nova safra de Blues do Brasil, com timbre e sonoridade dos anos 50 e 60, segue a linha das lendárias gravadoras de Blues de Chicago daquela época. O quarteto é formado por amigos de infância que ainda moram no mesmo bairro de Itajaí, onde se conheceram. The Headcutters foi a primeira banda brasileira a tocar nos lendários festivais King Biscuit Blues Festival, em Helenas, Arkansas, (festival com mais de 40 anos de existência) e também Pinetop Perkins Blues Festival em Clarksdale, Mississsippi – feito jamais realizado até então por brasileiros dos EUA.

No dia 23 receberemos François Muleka e seus convidados em uma apresentação recheada de ritmos brasileiros e arranjos surpreendentes. Filho de congoleses, François Muleka nasceu em São Paulo, passou pela Bahia e foi morar em Florianópolis. Em 2013 estrou em disco.

CLASSIFICAÇÃO: Livre
INGRESSOS: R$ 40,00 inteira e R$20,00 meia-entrada.
LOCAL: Bilheteria do Teatro Municipal Bruno Nitz. (nos dias do espetáculo, 1 hora antes)

set
23
sáb
2017
REC ‘n’ Play Festival
set 23@20:00

Em dois dias de evento, REC ‘n’ Play Festival traz para a cidade de Balneário Camboriú uma atmosfera criativa e solidária guiada pelas canções autorais de artistas catarinenses. Com o objetivo de simplificar o projeto e tornar acessível ao público o material de músicos autorais de qualidade. No dia 22 contamos com a presença da banda The Headcutters de Itajaí – SC, considerada uma das mais renomadas bandas da nova safra de Blues do Brasil, com timbre e sonoridade dos anos 50 e 60, segue a linha das lendárias gravadoras de Blues de Chicago daquela época. O quarteto é formado por amigos de infância que ainda moram no mesmo bairro de Itajaí, onde se conheceram. The Headcutters foi a primeira banda brasileira a tocar nos lendários festivais King Biscuit Blues Festival, em Helenas, Arkansas, (festival com mais de 40 anos de existência) e também Pinetop Perkins Blues Festival em Clarksdale, Mississsippi – feito jamais realizado até então por brasileiros dos EUA.

No dia 23 receberemos François Muleka e seus convidados em uma apresentação recheada de ritmos brasileiros e arranjos surpreendentes. Filho de congoleses, François Muleka nasceu em São Paulo, passou pela Bahia e foi morar em Florianópolis. Em 2013 estrou em disco.

CLASSIFICAÇÃO: Livre
INGRESSOS: R$ 40,00 inteira e R$20,00 meia-entrada.
LOCAL: Bilheteria do Teatro Municipal Bruno Nitz. (nos dias do espetáculo, 1 hora antes)

jun
30
sex
2017
Déte Pexera em “Curticera”
jun 30@20:00

Com uma comedia leve para todas as idades, o espetáculo “Déte Pexera em Curticera” propõe o resgato linguístico cultural do povo do litoral catarinense e conta um pouco mais da trajetória da peixeira mais querida de Santa Catarina.

Depois do absoluto sucesso de bilheteria dos espetáculos Nem te Conto que viajou a região sul, seguido do espetáculo Natal da Déte: Te Mete, Déte Pexera emenda sua nova turnê. Neste novo e igualmente hilariante show, Déte vai dividir os dramas da mulher contemporânea, como ginecologista, depilação e criação dos filhos. Déte ganhou o público pela enorme identificação que proporciona. Com narrativas que vão muito além do riso, pois não são nada rasas, a catarinense mais famosa da internet promete levar o público às gargalhadas mais uma vez, terminando com uma deliciosa viagem de volta no tempo.

Ingressos: R$ 40,00 inteira ou R$ 20,00 meia + 1 produto de limpeza que será doado a uma instituição de caridade da região.
Local: Bilheteria do teatro
Classificação: Livre
Gênero: Comédia
Duração: 1h15min
Contato: Luís Henrique Vieira Dalcastagnê (Luke) – (47) 9635-5050

Déte Pexera em ”Curticera” / SESSÃO EXTRA
jun 30@21:30

Com uma comedia leve para todas as idades, o espetáculo “Déte Pexera em Curticera” propõe o resgato linguístico cultural do povo do litoral catarinense e conta um pouco mais da trajetória da peixeira mais querida de Santa Catarina.

Depois do absoluto sucesso de bilheteria dos espetáculos Nem te Conto que viajou a região sul, seguido do espetáculo Natal da Déte: Te Mete, Déte Pexera emenda sua nova turnê. Neste novo e igualmente hilariante show, Déte vai dividir os dramas da mulher contemporânea, como ginecologista, depilação e criação dos filhos. Déte ganhou o público pela enorme identificação que proporciona. Com narrativas que vão muito além do riso, pois não são nada rasas, a catarinense mais famosa da internet promete levar o público às gargalhadas mais uma vez, terminando com uma deliciosa viagem de volta no tempo.

Ingressos: R$ 40,00 inteira ou R$ 20,00 meia + 1 produto de limpeza que será doado a uma instituição de caridade da região.
Local: Bilheteria do teatro
Classificação: Livre
Gênero: Comédia
Duração: 1h15min
Contato: Luís Henrique Vieira Dalcastagnê (Luke) – (47) 9635-5050

jul
2
dom
2017
Viagem ao Faz de Conta
jul 2@18:00

Juca um menino comum, entre brincadeiras em seu quintal e livros que sempre o acompanha, se cansa das brigas constantes de seus amigos, pois a sua volta se encontram amigos que dividem opiniões levando sempre pelo lado da briga. Assim Juca busca um jeito para acabar com os conflitos e as brigas e voltar a ter paz. Ele Descobre em seu livro uma solução para resolver a situação: O “Pomo da Concórdia”. Ele pede ajuda para todos para encontrar o “Pomo da Concórdia” e partem então para uma grande aventura rumo a um mundo do faz de conta. Viajam pelo Universo a procura do pomo conciliador. Na fantástica viagem encontram amigos, Dr. Folhisberto Sabitudo e a Princesinha do Reino das Bexigas dispostos a ajudá-los. Só não contavam com as dificuldades diante do malvado Chico Alfinete. Que pode atrapalhar esta busca. Assim Juca e seus amigos vivem uma grande aventura!

A montagem é encenada pela Cia Tablado das Artes e visa dar uma oportunidade aos alunos-atores mirins da sua Escola de Teatro. E para tal partimos da vivência com a equipe, ou seja, o espetáculo traz um pouco dos conflitos que são característicos das respectivas idades dos alunos, ou melhor, de todas as crianças, pois cada qual quer chamar a atenção para si e aí começam as disputas gerando vários sentimentos e sensações. O foco do texto de Walter Quaglia é sugerir uma alternativa para que encontremos ou reencontremos a paz entre os seres humanos independente da idade.

_

CLASSIFICAÇÃO LIVRE

ELENCO:

Amanda Barbieri
Ana Santana
Duda Colli
Emanuela Balzer
Enzo Rech
José Jesus
Luciane Hofstetter
Ketelin Tavares
Maria Feler
Milena Pereira
Rafel Ghidalevich
Raoni Garcia

Texto: Walter Quaglia
Produção:Cia Tablado das Artes
Participação:Núcleo Atores Mirins de Balneário
Adaptação e direção:João Mendes
Assistente de Produção: Day Willain e Deivet Martendal

INGRESSOS: 20,00 inteira e R$ 10,00 meia-entrada

Um Grito Parado no Ar
jul 2@20:00

A montagem é encenada pela Cia Tablado das Artes que dá um mergulho na trajetória do Teatro Brasileiro e opta por montar neste momento o texto “Um Grito Parado no Ar” de Gianfrancesco Guarnieri, um dos mais importantes dramaturgos do teatro brasileiro e que contribuiu para a formação do Teatro de Arena que se tornou referência obrigatória para todos aqueles que realmente estudam e pesquisam o teatro na sua essência. Nossa adaptação visa mostrar as dificuldades de uma Cia de Teatro para montar um espetáculo e dentro deste panorama trazemos depoimentos e informações sobre o ofício do ator e da arte de representar.

O texto foi escrito em 1973, pelo consagrado ator e escritor Gianfrancesco Guarnieri e reflete o difícil momento no qual a dramaturgia atravessava e Guarnieri, para evitar a censura, então, decide trabalhar pela primeira vez com as entrelinhas , comparando os problemas enfrentados no teatro com conflitos do dia-a-dia de qualquer cidadão.

Nossa montagem visa um exercício cênico para os alunos atores da Escola de Teatro da Cia Tablado das Artes e nos permite retratar um grupo de atores e sua resistência em prol do teatro. Os conflitos entre amigos e amores, as dificuldades da montagem de um espetáculo e o desejo da liberdade de expressão provoca uma movimentação neste Grito Parado no Ar, explorando o humor e a emoção. O autor mescla o indivíduo e o social de forma humana com espaço para o humor, o drama e o romance. E um grito que ecoa no ar para expressar a paixão pela arte e pela vida.

CLASSIFICAÇÃO LIVRE

ELENCO:

Camila Silva
Day Willain
Deivet Martendal
Fernanda Kloppel
Lucas Bacca
Macsiele Bonissoni
Maria Tamires
Nicole Rocinski
Silvana Rosa


Texto de
Gianfrancesco Guarnieri
Produção: Cia Tablado das Artes
Núcleo Turma Adulto Balneário Camboriú
Adaptação e direção: João Mendes

INGRESSOS> R$ 20,00 inteira e 10,00 meia-entrada

jul
8
sáb
2017
Hoje tem Circo? Tem sim sinhô!
jul 8@18:30

Hoje tem circo? Tem sim sinhô! É um espetáculo sensivelmente poético, que une várias linguagens artísticas. Uma produção circense mas também é um musical, é teatro mas também é contação de histórias.

A história se passa no sertão nordestino, e conta a história de Mariana, uma menina pobre que queria ser artista de circo…  Entre os malabarismos da vida Mariana cresceu. Equilibrando na moringa muito mais do que água! Com um toque circense e música da melhor qualidade Mariana é levada a descobrir os encantos e desencantos da vida. Uma história apaixonante e envolvente, porque “Hoje tem Circo, tem sim sinhô! ”

ENTRADA GRATUITA. RETIRADA DE INGRESSOS 1 HORA ANTES NO TEATRO.

Ficha técnica
Local: praça do Teatro Municipal Bruno Nitz
Texto / Produção/ Direção: Tânia Marques
Produção circense: Kelli Batista
Elenco: Carolina Marques, Cistiane Pinheiro, Felipe R. Santos, Kelli Batista, Tânia
Marques
Músicos: Ivan Pacheco, Nícolas Santos, Eduardo Bogo
Indicação: Livre
Tempo de Duração: 45 minutos

Projeto promovido pela LIC, Lei de Incentivo à Cultura de Balneário Camboriú

set
22
sex
2017
REC ‘n’ Play Festival
set 22@20:00

Em dois dias de evento, REC ‘n’ Play Festival traz para a cidade de Balneário Camboriú uma atmosfera criativa e solidária guiada pelas canções autorais de artistas catarinenses. Com o objetivo de simplificar o projeto e tornar acessível ao público o material de músicos autorais de qualidade. No dia 22 contamos com a presença da banda The Headcutters de Itajaí – SC, considerada uma das mais renomadas bandas da nova safra de Blues do Brasil, com timbre e sonoridade dos anos 50 e 60, segue a linha das lendárias gravadoras de Blues de Chicago daquela época. O quarteto é formado por amigos de infância que ainda moram no mesmo bairro de Itajaí, onde se conheceram. The Headcutters foi a primeira banda brasileira a tocar nos lendários festivais King Biscuit Blues Festival, em Helenas, Arkansas, (festival com mais de 40 anos de existência) e também Pinetop Perkins Blues Festival em Clarksdale, Mississsippi – feito jamais realizado até então por brasileiros dos EUA.

No dia 23 receberemos François Muleka e seus convidados em uma apresentação recheada de ritmos brasileiros e arranjos surpreendentes. Filho de congoleses, François Muleka nasceu em São Paulo, passou pela Bahia e foi morar em Florianópolis. Em 2013 estrou em disco.

CLASSIFICAÇÃO: Livre
INGRESSOS: R$ 40,00 inteira e R$20,00 meia-entrada.
LOCAL: Bilheteria do Teatro Municipal Bruno Nitz. (nos dias do espetáculo, 1 hora antes)

set
23
sáb
2017
REC ‘n’ Play Festival
set 23@20:00

Em dois dias de evento, REC ‘n’ Play Festival traz para a cidade de Balneário Camboriú uma atmosfera criativa e solidária guiada pelas canções autorais de artistas catarinenses. Com o objetivo de simplificar o projeto e tornar acessível ao público o material de músicos autorais de qualidade. No dia 22 contamos com a presença da banda The Headcutters de Itajaí – SC, considerada uma das mais renomadas bandas da nova safra de Blues do Brasil, com timbre e sonoridade dos anos 50 e 60, segue a linha das lendárias gravadoras de Blues de Chicago daquela época. O quarteto é formado por amigos de infância que ainda moram no mesmo bairro de Itajaí, onde se conheceram. The Headcutters foi a primeira banda brasileira a tocar nos lendários festivais King Biscuit Blues Festival, em Helenas, Arkansas, (festival com mais de 40 anos de existência) e também Pinetop Perkins Blues Festival em Clarksdale, Mississsippi – feito jamais realizado até então por brasileiros dos EUA.

No dia 23 receberemos François Muleka e seus convidados em uma apresentação recheada de ritmos brasileiros e arranjos surpreendentes. Filho de congoleses, François Muleka nasceu em São Paulo, passou pela Bahia e foi morar em Florianópolis. Em 2013 estrou em disco.

CLASSIFICAÇÃO: Livre
INGRESSOS: R$ 40,00 inteira e R$20,00 meia-entrada.
LOCAL: Bilheteria do Teatro Municipal Bruno Nitz. (nos dias do espetáculo, 1 hora antes)