Skip to content

Selecione o texto para escutar

Curadoria da LIC segue analisando projetos culturais

 

Na tarde desta quinta-feira, 10, o instrumentista e compositor Alegre Corrêa continua avaliando os 37 projetos habilitados (música) na fase documental, conforme previsto no Edital 001/2013 da Lei Municipal de Incentivo e Fomento à Cultura – LIC/3400/2011.  O músico, que está finalizando seu novo disco, cujo título deverá ser ‘Inverso’, comentou que o trabalho está intenso e o nível dos projetos muito bom. Na manhã de quarta-feira, 9, a Fundação Cultural de Balneário Camboriú (FCBC) entregou aos curadores os 120 projetos habilitados na fase documental, os quais estão em avaliação técnica pelos curadores Alegre Corrêa (música), Acyr Osmar de Oliveira (artes populares e circo), Fernando Chíquio Boppré (artes visuais), Diego Lara Maceiras (audiovisual), Lisa Jaworski (dança), José Marcelo Freitas de Luna (literatura) e Marisa Naspolini (teatro). Estes profissionais foram nomeados por meio do Decreto nº 7159/2013, publicado nesta quarta-feira (leia o decreto em www.culturabc.com.br).

O trabalho da curadoria está concentrado no Instituto Federal Catarinense (IFC), antigo Colégio Agrícola, campus de Camboriú, por meio de parceria celebrada entre a FCBC e o IFC e o prazo para a divulgação dos resultados é de 15 dias, conforme previsto no edital.

 Saiba mais sobre Alegre Corrêa
(texto divulgação/myspace)

Alegre Corrêa nasceu em 9 de junho de 1960, em Passo Fundo (RS). Com 13 anos – como violonista, cantor, percussionista e compositor – imigrou para a sua “residência” atual: a música. Sem sombra de dúvida, seu “centro domiciliar” é o Brasil, mas com portas abertas para todas as direções. Em 2010, recebeu o prêmio mais importante de sua carreira, o Grammy, como guitarrista do disco 75, de Joe Zawinul & The Zawinul Syndicate (Heads Up International), na categoria “Melhor Álbum de Jazz Contemporâneo. Ainda está pra ser inventado um termo para descrever o estilo inconfundível de Alegre Corrêa. Termos como fusion ou crossover significam muito pouco pra ele, assim como a divisão do intelecto e da emoção. Sua música é sensual e inteligente, complexa e cheia de sentimento, com muito groove e elegante. “
Alegre Corrêa assegurou sua reputação como músico sem fronteiras, que aponta sua verve criativa para novas direções, ao mesmo tempo em que a traz para perto de suas raízes. Essas características o levaram a se apresentar em inúmeros festivais importantes, como “Montreux Jazz Festival” (Suíça), “Florianópolis in Jazz” (Brasil), WOMAD Festival in Wiesen” (Áustria), e percorrer diversos países com a sua música.

Mais informações
Guilhermina Stuker – artesdiretoria.fcbc@balneariocamboriu.sc.gov.br
(47) 3366.5235, das 13h às 19h

Alegre Corrêa_Foto_Vânia_de_Campos

Leia também

Workshop de ÁudioProfissional

A Fundação Cultural de Balneário Camboriú tem o prazer de anunciar a realização do Workshop de Áudio Profissional com Guilherme Fahl, no dia 27 de maio de 2024, às 19h,
Read More

EDITAL Nº 002/2024/FCBC – Apoiadores homolgoados para a Festa Raízes de Taquaras

A Comissão Organizadora do EDITAL Nº 002/2024/FCBC definida pela portaria nº 006/2024/FCBC publica os apoiadores homologados pelo EDITAL Nº 002/2024/FCBC – CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APOIO ÀS FESTAS CULTURAIS DE INVERNO
Read More

PORTARIA nº 006/2024/FCBC de 16 de maio de 2024 – Comissão Organizadora do EDITAL Nº 002/2024/FCBC

A Presidente da Fundação Cultural de Balneário Camboriú, no uso de suas atribuições legais e regulamentares, resolve indicar os membros representantes para compor a Comissão Organizadora, responsável pela avaliação e
Read More
Pular para o conteúdo