Alunos produzem filmes na oficina de Super-8 em Balneário Camboriú

Alunos produzem filmes na oficina de Super-8 em Balneário Camboriú

Produzir um filme de três minutos e 20 segundos em tomadas únicas, essa foi a tarefa das equipes que participaram da Oficina Super -8, em Balneário Camboriú.  Começou na última quinta-feira (15), o “Super Off – Oficinas, Filmes e Festival Internacional de Cinema Super-8”, no Teatro Municipal Bruno Nitz.

O sábado e domingo (17 e 18), foram os dias das filmagens. Três grupos foram formados, dois deles gravaram documentários. O terceiro decidiu inovar e fazer uma ficção com o tema suicídio. “Como o índice de suicídios em Balneário Camboriú é bem alto decidimos tratar desse tema. Nosso filme será sem falas e temos que gravar sem erros as cenas porque as imagens não são editadas. O que é gravado pela câmera, fica no filme”, comentou a estudante de produção audiovisual, Bárbara Monteiro. A equipe formada por cinco integrantes gravou as cenas do curta na Barra Norte da cidade.

A organização do evento forneceu a câmera e um cartucho de filme super-8, do tipo reversível. Formato cinematográfico desenvolvido nos anos 1960, o Super-8 (ou Super 8 mm) foi lançado no mercado em 1965 pela Kodak.

O resultado dos filmes só será vistos por todos, inclusive pelo participantes da oficina,  na 4ª edição do “Super Off – Oficinas, Filmes e Festival Internacional de Cinema Super 8”, de 06 a 09 de julho, em São Paulo. Além das produções de Balneário Camboriú, o evento paulista exibirá filmes elaborados em oficinas em Campinas (SP), em cidades da Colômbia e de Cuba e materiais independentes de outros 15 países.

Na quinta, foi exibida a Mostra Perina, com filmes de Claudinê Perina Camargo e debate sobre eles. Já na sexta-feira (16), ocorreu a parte teórica da oficina, onde os alunos aprenderam a manusear o filme e a câmera e a divisão de grupos para as filmagens. Realizada pelo coletivo Mundo em Foco, a oficina foi ministrada por Rodrigo Sousa e Sousa, com apoio e produção de Matheus Mello e assistência de produção e registro de Olanias Almeida.

Surgido em São Paulo, o “Super Off” é trazido a Balneário Camboriú pela Câmara Setorial de Audiovisual e Balneário Camboriú Film Commission (BC Filme), com o apoio do Teatro Municipal Bruno Nitz.

_____________________
Informações Adicionais:

Fundação Cultural
(47) 3366-5325

Organizadores: (47) 3366 – 5325 e (47) 99615 – 7005

Diretoria de Comunicação
Jornalista: Kattiúcia Villain
Foto: Kattiúcia Villain
(47) 3267-7022

www.balneariocamboriu.sc.gov.br
facebook.com/prefeituradebalneariocamboriu
instagram.com/prefeiturabalneariocamboriu
www.flickr.com/photos/prefeiturabalneariocamboriu

Matérias similares

No related posts found.