Domingo tem Higino Pio no Teatro Bruno Nitz

Domingo tem Higino Pio no Teatro Bruno Nitz

O  documentário ‘Higino Pio – Verdade Revelada’ será lançado domingo, 25 de outubro, em sessão única a partir das 20h no Teatro Municipal Bruno Nitz. A obra com 80 minutos de duração tem roteiro e direção assinados pelo jornalista Antônio Robson Dias Filho, 31 anos, fluminense de Resende (RJ) e morador de Balneário Camboriú há 15 anos. A produção foi possível a partir do patrocínio da Lei Municipal de Incentivo e Fomento à Cultura de Balneário Camboriú (LIC).

O filme tem 20 personagens e um deles é o historiador nativo Isaque de Borba Corrêa, cujas memórias permeiam toda a narrativa dentro do contexto histórico do tema até os dias atuais, quando a Comissão Estadual da Verdade Paulo Stuart Wright e a Comissão Nacional da Verdade (CNV) confirmaram que Higino João Pio foi, de fato, assassinado em março de 1969, vítima da Ditadura Militar.

Higino Pio, o primeiro prefeito eleito de Balneário Camboriú, foi encontrado morto na Escola de Aprendizes Marinheiros, em Florianópolis, durante o período em que permaneceu sob a custódia da Marinha. Ele administrou Balneário Camboriú entre 15 de novembro de 1965 e 3 de março de 1969. Bem quisto na comunidade, homem de posses e visão empreendedora, não era um político de identificação político-ideológica. “Não era comunista, era capitalista. Não era vaidoso, mas um homem bom”, destaca Robson.

O documentário que deveria ter em torno de 45 minutos em seu projeto original, se estendeu para 80 minutos pela riqueza de informações e desdobramentos da pesquisa feita pelo jornalista. Para apurar o material bruto de 40 horas de depoimentos e entrevistas, foram mais de 70 horas de edição a cargo de Thiago Dias.

Para Robson Dias, é fundamental que as pessoas reconheçam seu passado para entender o presente e programar o futuro. Nesse contexto, ele ressalta: “Vivemos uma nova realidade a partir da Lei de Incentivo à Cultura, que permite aos artistas e pessoas que têm vontade de empreender a realização dos seus projetos culturais. Há bem pouco tempo a gente vivia uma situação mais reprimida. Hoje, por conta da LIC, estamos investindo também nesse processo de valorização da história da cidade”.

O presidente da FCBC, Anderson Beluzzo, diz que projetos com esta relevância histórica valorizam a política de incentivo e fomento à cultura adotada em Balneário Camboriú. “Nossa cidade, com sua característica multicultural, cosmopolita, tem uma comunidade eclética, formada por pessoas vindas de diversas regiões e países. Por este motivo, muitos cidadãos locais ainda estão se familiarizando com a história de Balneário Camboriú. Este projeto audiovisual premia a sociedade local, do estado e do Brasil, com fatos que desvendam a verdade sobre a morte do nosso primeiro prefeito eleito, mais uma entre tantas vítimas do regime militar”, considera Beluzzo.

Ficha técnica
Direção e roteiro – Robson Dias
Fotografia – Diogo Ramos
Edição, som direto e montagem – Thiago Dias
Produção – Dagma Castro

 

Mais informações/entrevistas
Dagma Castro/Produção – (47) 9977.6048

 

Prefeitura de Balneário Camboriú
Fundação Cultural de Balneário Camboriú
Assessoria de Imprensa
Texto: Vânia de Campos (jornalista)
Fotos: Robson Dias/Divulgação
Higino Pio/Arquivo Histórico de Balneário Camboriú
(47) 3366.5325, das 13h às 19h
culturabc.com.br  |  facebook.com/fundacaocultural
balneariocamboriu.sc.gov.br

Robson Dias_Divulgação

Robson Dias

 

Matérias similares

No related posts found.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *