Inscrições abertas para encontro de coprodução Brasil e Argentina

Inscrições abertas para encontro de coprodução Brasil e Argentina

Estão abertas, até 12 de maio, as inscrições para o 2º Encontro de Coprodução Cineramabc, edição Brasil – Argentina, que acontece paralelo ao 5º CINERAMABC, Festival Internacional de Cinema em Balneário Camboriú. Durante três dias os participantes dos dois países interagem, apresentando projetos, buscando parceiros de negócios e trocando idéias e experiências.

Os interessados podem inscrever um projeto de filme, série ou telefilme para cinema ou televisão. A inscrição é feita pelo site do Cineramabc e não tem custo. Serão escolhidos 20 participantes para participar do encontro. Haverá premiação em serviços no valor aproximado de R$ 50 mil para o melhor projeto.
Para se inscrever e ter acesso a informações detalhadas, acesse Formulário de Inscrição no site no Cineramabc.

A primeira edição do encontro foi em 2014, entre Brasil e Bélgica, uma longa conquista do diretor André Gevaerd, que fez inúmeros contatos até a realização, que trouxe 37 representantes, produtores e diretores, que ficaram encantados com Balneário Camboriú e o festival.

As relações entre o Brasil e a Argentina estão cada vez mais em evidência, caso comprovado pela existencia dos Editais de Coprodução Brasil Argentina realizados pelo INCAA e ANCINE que premiam 600 mil dólares para coproduções todos os anos.

Os últimos vencedores foram .:
Projetos de coprodução majoritária argentina
“LA PATOTA”, dirigido por Santiago Mitre, apresentado por Videofilmes Produções Artísticas Ltda., e tendo La Unión de Los Rios SRL; e “ZAMA”, dirigido por Lucrecia Martel, apresentado por Bananeira Filmes Ltda., e tendo REI Cine SRL; ambos na qualidade de coprodutora majoritária argentina, cabendo a cada um o montante equivalente em reais a USD 250.000,00 (duzentos mil dólares norte-americanos)

Projetos de coprodução majoritária brasileira

“JANGO – COMO MATAR UN PRESIDENTE”, dirigido por Roberto Farias, apresentado por Magma Cine SRL, e tendo RF Cinema e TV Ltda.; “O FANTASISTA”, dirigido por Roberto Studard, apresentado por Crisalida Proyect SRL, e tendo Truque Produtora de Cinema TV e Vídeo LTDA. ambos naqualidade de coprodutora majoritária brasileira, cabendo a cada um o montante em pesos argentinos equivalente a USD 200.000,00 (duzentos mil dólares americanos), e USD 50.000,00 às empresas coprodutoras majoritárias brasileiras.

A Argentina possui uma cinematografia já estabelecida no seu mercado interno e externo, incluindo excelentes resultados no Brasil que por sua vez está apresentando ascensão em seus resultados.

Mercado e turismo
Os encontros de coprodução entre o Brasil e outros países são de relevante importância para o desenvolvimento de projetos culturais e incentivo do mercado cinematográfico na região. É uma iniciativa inédita no estado de Santa Catarina e movimenta projetos que giram entre 500 mil e 3 milhões de dólares cada um.
A exploração da imagem turística é um ponto forte do encontro, já que Balneário Camboriú possui a 1ª Film Commission do estado de Santa Catarina e está em ótima localização, oferecendo paisagens deslumbrantes, com o contraponto da cidade, uma mini-cosmopolita: oferece de tudo e é cercada por praias e mata atlântica, o que deixa os visitantes impressionados.

Fonte: www.cineramabc.com.br

Foto: Aline Fernanda dos Santos

Matérias similares

No related posts found.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *