Sarau da Tainha começa sábado

Sarau da Tainha começa sábado

O projeto Sarau da Tainha inicia neste sábado, 5 de setembro, a partir das 19h, na Praça do Pescador no bairro da Barra, em Balneário Camboriú. Serão sete eventos, sempre no primeiro sábado de cada mês. Com a mediação do coletivo Sarau da Tainha, a comunidade será incentivada a ocupar o espaço público por meio da poesia, música, gastronomia e muita história de pescador!

O projeto Sarau da Tainha, que tem o patrocínio da Lei Municipal de Incentivo e Fomento à Cultura (LIC), foi aprovado via Edital LIC 2014. Seu principal objetivo é criar um espaço de manifestação cultural no bairro da Barra, incentivando a produção literária na comunidade e no município.

A ideia de desenvolver esse projeto surgiu por meio do contato com um movimento iniciado em São Paulo, na década de 90, intitulado Literatura Marginal Periférica. Moradores de bairros afastados do centro da cidade, conhecidos como periferias, favelas, comunidades ou quebradas, começaram a transformar em poesia o seu cotidiano. A partir desse movimento surgiram os saraus, realizados em diversos desses bairros periféricos da cidade de São Paulo. Geralmente eles acontecem em bares e são nestes locais que os moradores declamam ou leem textos próprios, ou não, diante de um microfone.

É a partir dessa ideia, e sabendo que o bairro da Barra é o local mais regionalista de Balneário Camboriú devido à colônia de pescadores, arquitetura histórica e sua relação com o artesanato, que o coletivo decide então desenvolver na Praça do Pescador o projeto, nascendo assim o Sarau da Tainha.

Os saraus serão divididos em momentos, onde cada um deles terá seu objetivo. Momento para os poetas, para homenagear os pescadores e a pesca, para a música e para cultuar as raízes da comunidade local. A ideia é promover um ritual para que a população sinta-se confortável e motivada a participar ativamente dos eventos. A intenção é fazer com que esta manifestação cultural seja longa e duradoura.

À disposição do público também haverá uma rede de pesca onde artistas e comunidade poderão deixar poemas, contos escritos pelos convidados e público presente. A cada edição esses poemas e contos estarão disponíveis para que a comunidade e visitantes escolham o que mais gostar. Desta maneira, além de incentivar novos escritores, também estamos incentivando a leitura e a adoção de um poema.

O texto abaixo, produzido pela proponente do projeto, traduz o evento:

“Não há pesca da tainha de um homem só. Se assim fosse, de nada adiantaria milhões de cardumes de maio a julho. Duas mãos não puxam rede. Nos olhos atentos ao mar, nos pés fincados na areia. Na união de dezenas de mãos. É na força do braço, que juntos os  pescadores ganham e celebram o pão que a natureza lhes oferece.

Uma celebração literária não acontece com um único verso, com única voz. Um poeta apesar de usar da solidão para dizer das coisas das vidas, o faz para a contemplação dos olhos, ouvidos e coração alheio. Caso contrário não haveria razão. Nem poeta, nem pescador vê razão para sua labuta, senão houvesse fome. Fome de peixe, de literatura.

O Sarau da Tainha trará a oportunidade dos moradores do município e comunidade da Barra, fazer uso de um espaço público. Fomentando o compartilhamento de histórias, poemas, causos e contos da nossa gente. A cada primeiro sábado do mês, a partir de setembro, a rede será lançada na praça do pescador! Com o microfone à disposição da comunidade, juntos puxaremos a rede da cultura!

Equipe Sarau da Tainha.”

Mais informações
saraudatainha@gmail.com
Daniele Volpato/proponente – (47) 9958.4946
Douglas – (47) 9641.5424 

Prefeitura de Balneário Camboriú
Fundação Cultural de Balneário Camboriú
Assessoria de Imprensa/Vânia de Campos
Texto: Divulgação Sarau da Tainha
(47) 3366.5325, das 13h às 19h
culturabc.com.br  |  facebook.com/fundacaocultural
balneariocamboriu.sc.gov.br

Matérias similares

No related posts found.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *