A FUNDAÇÃO CULTURAL DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ APRESENTA:

A FUNDAÇÃO CULTURAL DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ APRESENTA:

Oficina
O ator e o processo criativo a partir de estímulos: da exaustão à criação

Em contrapartida aos recursos recebidos da Fundação Cultural de Balneário Camboriú (FCBC) via Lei Municipal de Incentivo e Fomento à Cultura (LIC/2013) para montagem do espetáculo “Avessa”, a atriz e cantora Ana Paula Beling ministra oficina gratuita. Ela vai estar acompanhada do diretor e ator Rafael Orsi de Melo. Os encontros serão em 10, 11, 15 e 16 de junho, das 19h às 22h, no Teatro Municipal Bruno Nitz. A oficina é direcionada a atores, diretores, professores e alunos de teatro e a artistas de outras áreas culturais a exemplo da música, da dança, das artes visuais e do audiovisual.

Com esta oficina, os artistas vão propor aos participantes um processo criativo semelhante ao qual passou Ana Paula durante a montagem do espetáculo “Avessa”. “É pensar/trabalhar o ator como um ser criador e atuador em processo constante a partir de estímulos diversos e sua relação pessoal com estes estímulos”, explica a atriz.

As inscrições são exclusivamente online e devem ser feitas por meio do link:
https://docs.google.com/forms/d/1ykvT2GYsNLKkb-Jj0rPopOi-UszXblU_SpwF1G_GBrs/

Sobre a oficina:

Data: 10 (quarta), 11 (quinta), 15 (segunda) e 16 (terça) de junho de 2015
Horário: Das 19h às 22h
Local: Teatro Municipal Bruno Nitz (Balneário Camboriú)
Público-alvo: Atores. Diretores de teatro. Alunos de teatro. Professores de teatro. Artistas de outras áreas culturais cênicas, como: música, dança, artes visuais, audiovisual.
Inscrições gratuitas, máximo de 20 participantes

OBS: Os participantes serão selecionados por ordem de inscrição. Ou seja, preencher a ficha de inscrição não garante a vaga. Os 20 participantes selecionados receberão confirmação por e-mail ou telefone.

Sobre os ministrantes:

ANA PAULA BELING / atriz e cantora
(texto fornecido pela atriz)

Atriz, cantora, diretora, arte-educadora e produtora cultural, é mestre em Teatro pelo Programa de Pós-Graduação em Teatro (PPGT), da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), com pesquisa na área de teatro brasileiro, tendo como foco a artista Bibi Ferreira e o espetáculo Gota d’água, obra de Chico Buarque e Paulo Pontes, sob a orientação da Profª Drª Vera Collaço. Obteve graduação em 2012, em Licenciatura e Bacharelado em Teatro, pela mesma universidade. É diretora e produtora do drama musical Beatriz (2011), que conta com a atriz Margarida Baird e com os músicos Carol Miranda, Larissa Galvão e Pedro Loch. O espetáculo, que surgiu da disciplina de Prática de Direção Teatral, na universidade, participou de diversos eventos, como: Mostra Universitária do Palco Giratório SESC 2011, Festival UFSCTOCK 2011, Circuito Universitário em Cena do 18º Festival Floripa Teatro (Isnard Azevedo), Semana Integrada CEART – UDESC 2011, Maratona Cultural 2011, Palco Giratório SESC 2012 e do 19º Festival Floripa Teatro (Isnard Azevedo), além de curtas temporadas no SESC Prainha, em Florianópolis, e no Teatro Municipal de Itajaí. Em 2013, o espetáculo foi contemplado com o Projeto Rede SESC de Teatros SC, com circuito estadual em novembro do mesmo ano, por sete cidades do estado (Joinville, Jaraguá do Sul, Florianópolis, Criciúma, Lages, Joaçaba e Chapecó). E em 2014, participou como espetáculo convidado do 8º ITAJAÍ EM CARTAZ.

Como atriz, já realizou diversos trabalhos, entre: O rapto das cebolinhas (2007), O amor é uma flor roxa (2007), Patética (2008), Bailei na Curva (2008), Chapeuzinho vermelho (2009), Zylda: Anunciou, é apoteose! (2010/2011), Rinha (2010), Branca. Clara. Alva. (2010), III Reich: Terror e Miséria (2012/2013).

Em 2015, estreou seu mais novo espetáculo, Avessa, totalmente autoral, que traz aos palcos a identidade feminina contemporânea e a violência – física e/ou psicológica – contra a mulher. No palco, a atriz é acompanhada pelos músicos e compositores Larissa Galvão e Pedro Loch, que fazem a sonoplastia ao vivo.

Em 2014, integrou, como professora de teatro, o projeto Amor pra down, uma parceria entre a Associação Amor pra Down e a Parada Cultural, com quatro oficinas artísticas (teatro, dança, música e artes visuais) para crianças, adolescentes e adultos associados.

Como cantora, é intérprete oficial do Hino de Balneário Camboriú. Integrou o Coral Univali, em Itajaí, por cinco anos, sob a regência de Normélio Pedro Weber. Durante aproximadamente três anos, trabalhou com canto lírico, tendo como professores Alexandre Mousquer, Domingos Moreno e Helder Cadore. No canto popular, foi aluna de professoras como Bárbara Biscaro e Luciana Assanti. Atualmente, realiza diversos eventos, como casamentos, formaturas e outras cerimônias, além de ser, também, uma das cantoras do Bar Zépelin, casa de samba de Itajaí. É também integrante do Coro de Câmara de Balneário Camboriú, sob a regência do maestro Normélio Pedro Weber.

RAFAEL ORSI DE MELO / ator e diretor
(texto fornecido pelo ator)

Brasileiro, nascido em 18 de janeiro de 1985, em Itajaí (SC), é ator e diretor de teatro. Iniciou seu trabalho na escola A.E.C.A. (Alunos em Exercício Cênico Anchieta), realizando seus estudos básicos sobre vários aspectos teatrais, entre eles, iluminação, cenografia, sonoplastia e direção. Com a escola, participou como ator das peças: Itajaí, Lambreta, Brilhantina e Rock n’roll, O Noviço, Bailei na Curva, ambas com direção de Valentim Schmoeler, A Megera Domada, direção de Bruna Machado e Valentim Schmoeler, O Auto da Compadecida, direção de Bruna Machado, entre outras montagens. Em 2005, iniciou seu trabalho profissional como ator na Bagagem Cênica Cia de Teatro. No presente grupo, permaneceu até 2009, participando neste período das peças: Angu e Caviar, O menino Sonhador, Society Brasil, Eu vou morar na lua, Assuntos de Família e Meninos de Papel. Com estas, viajou por todo o estado de Santa Catarina e parte do Rio Grande do Sul, tendo a direção de Valentim Schmoeler. Seu trabalho de direção teatral iniciou em 2009, com o espetáculo As Pessoas de Minha Pessoa – obra realizada através de poesias do poeta português, Fernando Pessoa -, na qual dirigiu o ator Valentim Schmoeler. Em 2011, ingressou no grupo Ilustríssimos Senhores e assinou a direção do espetáculo Patética – dramaturgia de João Ribeiro Chaves Neto. Tem em seu repertório formativo oficinas/cursos como: O corpo sem e com órgãos – de Artaud a Novarina (Ana Kfouri), Oficina Livre de Iluminação (Flávio Andrade), A Nobre Arte do Palhaço (Marcio Libar), Princípios do Sistema Laban no treinamento do ator (Marisa Naspolini), A Construção da Personagem (Heloise Baurich Vidor), A Criação do ator como fala contemporânea (Bya Braga), Textualidade contemporânea (Fernando Vilar), A luz e as poéticas da cena contemporânea (Guilherme Bonfanti), Direção e as fronteiras da arte contemporânea (André Carreira), Direção contemporânea (Sergio de Carvalho). Atualmente, é integrante/presidente do Grupo Risco de Teatro, no qual trabalha como ator na peça Cem Dias, com direção de Daniel Olivetto, ao lado dos atores Rodolfo Lemos e Otávio Barwinski. É ator convidado do espetáculo UZ, de Gabriel Calderón, da Cia La Vaca (Florianópolis), sob a direção de Renato Turnes, com o qual viajou para Montevidéu (Uruguai), em novembro de 2014, para o festival internacional Radical Calderón. Assina também a direção do espetáculo Avessa, a convite da atriz e cantora Ana Paula Beling, com montagem contemplada em 2013 pela Lei de Incentivo à Cultura de Balneário Camboriú, contando com dramaturgia de Gregory Haertel, com a atriz e cantora Ana Paula Beling e com os músicos/compositores Larissa Galvão e Pedro Loch.

Prefeitura de Balneário Camboriú
Fundação Cultural de Balneário Camboriú
Assessoria de Imprensa/Vânia de Campos (jornalista)
Foto: Royalty free/Stockvault.net/theater-128363
(47) 3366.5325, das 13h às 19h
culturabc.com.br | facebook.com/fundacaocultural
balneariocamboriu.sc.gov.br

Matérias similares

No related posts found.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *