Conteúdo da Cápsula do Tempo encerra mês de aniversário de Balneário Camboriú

Conteúdo da Cápsula do Tempo encerra mês de aniversário de Balneário Camboriú

A Fundação Cultural de Balneário Camboriú (FCBC) apresenta, neste 31 de julho, o resultado da apuração do conteúdo da Cápsula do Tempo que foi resgatada em 20 de julho de 2014, quando Balneário Camboriú completou 50 anos de emancipação político-administrativa. A Cápsula foi lançada no ano 2000, durante as comemorações dos 500 anos do descobrimento do Brasil, regulamentada por meio do Decreto nº 3172/2000.

Nos últimos 12 meses, os 372 documentos e objetos depositados na Cápsula passaram por tratamento, foram fotografados, catalogados e cadastrados num sistema online desenvolvido internamente pelo designer da FCBC, Guilherme Schumacher, o qual já pode ser consultado por meio do link www.culturabc.com.br/capsula.

De acordo com a técnica em conservação e restauro da FCBC, Lilian Martins, a Cápsula do Tempo aberta em julho de 2014, sofreu com a umidade do solo e muitos itens ficaram bastante comprometidos. Esta umidade, além dos danos físicos, gerou também o desenvolvimento de esporos de fungos (mofo).

“Todos os itens passaram por ações de conservação e restauração, que incluem o controle de umidade, a fumigação (controle dos fungos), limpeza mecânica e desacidificação, para que finalmente pudessem ser apreciados.  Todo o processo foi realizado seguindo as normas de conservação e restauro de bens culturais móveis”, explica Lilian. O registro fotográfico contou com a colaboração da acadêmica do curso de Fotografia da Univali, Josiane Suelos. As imagens podem ser acessadas e baixadas do site, e caso haja interesse em obter imagens em maior resolução, a solicitação deve ser feita por e-mail para restauro.fcbc@balneariocamboriu.sc.gov.br.

“A Fundação Cultural já está preparando o projeto de lançamento de uma nova cápsula, por orientação do prefeito Edson Piriquito, e oportunamente divulgaremos as orientações e os critérios técnicos para garantir a integridade dos materiais a serem depositados”, adianta Anderson Beluzzo, presidente da Fundação. “O importante desta prática é oferecer oportunidade de reflexão sobre o que é único, valoroso e que contemple o espírito da época atual, para que possa ser apreciado no futuro”, completa Beluzzo. A nova Cápsula do tempo a ser lançada deverá ser aberta em 10 anos.

Mais informações
Lilian Martins, (47) 3366.5325, das 13h às 19h

Prefeitura de Balneário Camboriú
Fundação Cultural de Balneário Camboriú
Assessoria de Imprensa
Texto: Vânia de Campos (jornalista)
Fotos: Josiane Suelos
(47) 3366.5325, das 13h às 19h
culturabc.com.br  |  facebook.com/fundacaocultural
balneariocamboriu.sc.gov.br

Matérias similares

No related posts found.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *